Gestão da Crise: Como sua empresa deve se posicionar?

March 31, 2020

Segundo uma pesquisa online realizada com 700 profissionais por Talenses Group apresentou que a maior parte das empresas não conseguiu responder a tempo suficiente contra o corona vírus (COVID-19), no entanto 85% promoveram ações de conscientização no mesmo período. 

 

E 83% das empresas entrevistadas disponibilizam alcool em Gel. E apenas 50% desse fizeram alguma orientação para adaptar o trabalho em Home-Office. Outra pesquisa realizada com 743 profissionais brasileiros também confirmam os mesmos resultados.

 

 

 

Parte da comunicação interna (Endomarketing) estabeleceu uma linha de atuação, que é, de influenciar o comportamento das pessoas. Embora esses números possam enganar que a resposta tenha sido negativa, nós temos cenários em que a resposta a crise em relação ao meio comportamental (a medida adotada por todos), tenha sido a melhor opção. Ao longo prazo, as empresas garantiram que ao menos elas foram conscientes a situação da crise pandêmica. 

 

Preservando a imagem humana da marca. E se há valores credenciados ao valor à vida, o seu público fará união e solidariedade a situação que impacta a todos. Provas essas que podem ver em condomínios que foram isolados completamente, a criação de rotas de "economia solidária", ajuda com moradores impossibilitados de sair e etc.

 

O desafio da empresa é que ela é muitas vezes vista apenas como uma entidade econômica e não um grupo de pessoas que ali executam uma tarefa que tem natureza econômica. O papel das empresas na ausência de uma solução de realocação (home-office), partiram para a preservação humana. Neste caso, podemos apontar uma eficiente gestão de crise. E como sua empresa pode se posicionar?

 

A parte econômica é uma solução que se torna viável na medida que sua organização faça opções. Não é só de conscientização que uma empresa precisa investir, ela preserva o ser humano, importante para qualquer atividade que a empresa precise executar. E apesar da pesquisa ter avaliado de forma negativa, avalio de forma positiva a ações destas. Sem essa fidelidade marca-colaborador, não tem futuro promissor.

 

É preciso delegar o investimento na parte essencial de qualquer grupo, as pessoas.  Sem elas, não há empresa. Assim como não há venda, sem clientes. E sim, a avaliação da pesquisa pegou o ponto de manter a rota comercial sem avaliar os responsáveis de como essa rota é mantida.

 


O outro ponto concorda com a avaliação, a pesquisa aponta que a resposta de manutenção da operação foi interrompida devido a crise sem uma resposta hábil. Para entender, vamos citar o setor alimentício. Que manteve através do sistema Delivery, mas a grande maioria desse setor não investe em Redes Sociais. No máximo, possuem um site (e olhe lá) e a operação 100% física.

 

A pergunta é simples, porém cabulosa, qual é a solução que a indústria alimentícia teria se, o seu sistema (único de venda) delivery fosse impedido? Qual seria? Há diversas formas de vender o produto neste caso. E temos como resposta, as plataformas digitais.

 

As fases de crise podem ser compreendidas da seguinte forma:

  • Identificação da crise

  • Contingência

  • Controle da Crise

  • Solução da Crise

  • Avaliação de Cenários pós-crise

E neste exato momento, todas as empresas (em média) estão entre as fases de contingência e controle da crise. E vamos ver algumas soluções no meio digital, que as empresas precisam adotar para solucionar a crise e mapear o seu futuro em um mercado que mudou devido ao COVID-19.

 

INVESTIMENTOS:
a) Sites
b) Redes Sociais
c) Grupos sociais (Whatsapp, Telegram)
d) Videoconferência (Zoom, Hangout)
e) Marketing Digital

 

E fazê-lo, pensando não em uma crise como essa e não diferente dela. Esse investimento tem haver com o crescimento do negócio, do aumento de volume de lucro, da expansão da linha de produtos. O Marketing dos últimos anos, e a data mais recente que reitera a força da internet nos negócios, é de 2016. O Futuro é o Marketing Digital. E as empresas que investiram em tempos de paz (Fora da crise), foram as que obtiveram os melhores resultados em resposta a crise. Elas tinham um espaço físico (quando tinham), mas possuíam o espaço digital. Impedindo que seu comércio em algum momento.

 

A pergunta é sempre a mesma: Como você pode melhorar a sua comunicação e venda do negócio? A razão pela qual sempre indico, assessoria de Marketing e encomenda de Planejamento de Marketing periodicamente. Não ache que o valor de Marketing é caro. O que é caro é o seu negócio parar 100% (por um tempo indeterminado) ou parcialmente ser afetado e não garantir uma segurança econômica.

 

SOBRE


A Junqueira Consultoria é uma empresa de Consultoria de Marketing, Publicidade e Design. Seu CEO e Diretor de Marketing Rafael Junqueira é especialista em Marketing Digital, de Relacionamento e perito em Marketing Jurídico há mais de 7 anos e possui experiência em trabalho de Home Office para consultoria de Marketing. Siga nossas Redes Sociais e Site.

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2015-2020 Todos os direitos reservados a Junqueira Consultoria - Desenvolvedor: Rafael Junqueira

R. Sete de Setembro, 43 - 3º Andar - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20050-003

Onde estamos

  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Redes Sociais